Corona BunkeRPG
Gostaria de reagir a esta mensagem? Crie uma conta em poucos cliques ou inicie sessão para continuar.

Ir para baixo
Admin
Admin
Mensagens : 40
Data de inscrição : 20/03/2020
Ver perfil do usuáriohttps://coronabunkerpg.forumeiros.com

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Qua Mar 25, 2020 3:49 pm
Heiko Você está voltando de uma festa... bem o convite e para termos gerais era chamado de festa, mas você sabe que o objetivo daquilo tudo eram negócios e acordos políticos. Foi uma festa com toda a pompa e elegância que apenas um nobre de Avalon pode-se oferecer, lá você encontrou velhos conhecidos e fez novos contatos, conversou com mercadores e oficias da marinha dois grupos dos quais você tem tentado bastante se aproximar visto que são ambas as classes que estão ganhando força e poder em Avalon, o Almirante Thomas P. Philips foi o contato, que você julga, mais importante que conseguiu nessa noite, vocês dois não concordam em alguns aspectos e opiniões mais vê nele grande potencial e você tem certeza que causou uma boa impressão no final da conversa... uma relação que precisa ser maturada com mais calma e mesmo com esse novo potencial aliado a festa não foi das melhores na perspectiva de negócios, você já conseguiu acordos melhores, hoje não foi o melhor de seus dias, talvez por causa da frustração de não ter conseguido o que queria optou por voltar a pé a noite mesmo com o terror recaindo sobre Avalon ou ate mesmo os perigos, mas...
-Você é a coisa mais perigosa aqui nessa rua não é mesmo hehehehe... .- Falou Morningstar ele se curvando pra frente, sua coluna teve que dobrar num angulo de 90° pra que o rosto daquele ser ficasse na altura do seu, seus olhos faiscava com intensa malicia e desejo, novamente aquele rasgo que não passa de uma parodia de um sorriso que se estica por sua cara. - não me olhe com essa cara, nos dois sabemos o que você é capaz de fazer.
você continua andando ignorando ele como você já esta acostumado a fazer. Durante seu percurso nas estradas escuras e enevoadas de Avalon você sente algo te vigiando, Morningstar caminha de costas a sua frente te encarado com o costumeiro escarnio te olhando, você sabe que ele percebeu antes de você, sabe que esse maldito deve ate mesmo saber o que é, mas também sabe que ele não ira te contar... não sem um preço por tal.

Você caminha por um tempo deixando os ouvidos atentos, logo você escuta passos... você acredita ser uns 2 talvez 4 passos diferentes, você mantem o ritmo, fingindo não ter percebido o que vem atrás de você. Logo você chegou numa encruzilhada e logo virou a direita preparando uma emboscada aos infelizes que estavam lhe perseguindo.
Você escuta os passos se apressando, você antecipa a chegada deles, prepara pra puxar sua arma pronto pra se defender do que está vindo.
*Pac* *Pac* *Pac* *Pac*
eles se apreçaram
*Pac* *Pac* *Pac* *Pac* *Pac* *Pac* *Pac*
Eles estão chegando mais perto
PAC PAC PAC PAC PAC PAC PAC PAC PAC PAC
você segura a respira com a antecipação, eles vão virar a qualquer momento

os sons cessaram, nada virou a esquina. O que estava vindo? você ouviu os passos, eles se aproximaram! o que está acontecendo?
Você espera alguns segundos, mas nada veio ao seu encalço, mas quando você se vira e pego de surpresa dando um pulo pra trás com o susto. Parado a sua frente uma criatura que não pode esta viva, sua pele acinzentada querendo se desprender da carne e seus olhos amarelos faiscando de fome o olhando nos olhos.
- Sr.Ibranowicz serei direto, pois não gosto de rodeios e nem dos joguinhos com os quais você trabalha. vá embora de Avalon e leve seu amigo com você ou irei saciar a minha fome usando você.

Você nunca cedeu as vontades de ninguém e não seria agora pra uma criatura profana que você o fará, mas o assusta ele com uma unica sentença saber tanto de você, incluindo saber sobre Morningstar... ele? ele está encarando Morningstar nos olhos? como essa criatura pode ver algo que deveria ser visível apenas pra você?
Você conversou com ela, a enrolou ao melhor jeito que podia e sabia fazer pra ganhar a brecha pra com apenas um ataque você atravessa o peito traspassando o coração dele, pelo menos você tem certeza disso, mas ele olha pra ferida então pra você com um sorriso só não mais debochado que o sorriso de Morningstar.
-Você não entende a posição em que está Sr. Ibranowicz, não é mesmo? Avalon será nossa, ela logo se tornara o mais novo paraíso como Eisen é e a ultima coisa que queremos são empecilhos como você e intrusos como ele.
Você continua atacando e a criatura apenas deixa você o acerta-lo, sem causar nenhum problema
-Você tem 48h, se a essa hora daqui a 2 dias você não estiver em um navio para fora de Avalon... bem minha sede estará saciada com o sangue de um nobre sem valor.

Ele abre a boca e uma nuvem de moscas voa em sua direção o cobrindo por completo lhe jogando na escuridão total.
Você desperta em sua cama com um sobressalto, você olha pela janela e o sol brilha no céu, você olha em volta e vê seu quarto, parece que dormiu com as roupas que foi ao Baile, você não lembra de quando ou como chegou em casa... "foi um sonho" é o que se passa na sua cabeça.
Você se deita mais uma vez respirando mais calmamente, mas quando encara o teto seu coração pula uma batida.
"Te vejo em 40h" escrito em sangue essa ameaça parece rir da sua cara.
-o que você faz?-

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz 35511a8215527ba3dcf4e69c53a428e8
avatar
Mensagens : 8
Data de inscrição : 25/03/2020
Ver perfil do usuário

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Qua Mar 25, 2020 4:05 pm
Me coloco sentado na cama, acendo um cigarro pensando comigo mesmo: Tenho motivos para ficar em Avalon? afinal pretendo levar minha familia para sua terra natal, mas 48hs né tempo o bastante para os preparativos, e quem é um cadáver para me dar ordens a mim e a mornigstar. Falando nele...
Heiko se levanta e e vai até a sacada  dos seus aposentos e se senta em uma cadeira de madeira, a sua frente uma pequena mesa com um cinzeiro que ele utiliza para bater as cinzas após uma longa tragada.
- Morningstar meu estimado companheiro... e você gosta de ser ameaçado?
Admin
Admin
Mensagens : 40
Data de inscrição : 20/03/2020
Ver perfil do usuáriohttps://coronabunkerpg.forumeiros.com

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Qua Mar 25, 2020 5:11 pm
Morningstar aparece sentado no para peito da varanda como se ele estivesse ali o tempo todo. O sorriso dele diminuiu, mas não sumiu.
-[color=#990099]Ameças não devem ser feitas... ou a pessoa faz ou ela não faz... apenas covardes fracos latem alto numa tola tentativa de espantar leão que se aproxima, não concorda caro amigo? [/color]
ele fala num tom de deboche e escarnio que você tem costume, mas sempre fica a pergunta de quem ele está debochando?
avatar
Mensagens : 8
Data de inscrição : 25/03/2020
Ver perfil do usuário

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Qua Mar 25, 2020 5:22 pm
HAHAHA, heiko ri ao mesmo tempo que serve duas doses se rum, uma para ele e outra para se companheiro, na tentativa de saber se ele pode ou não se materializar.
- Verdade meu caro, mas acho que aquela viu criatura, acha que pode nos destruir, hehe. FICAREMOS. nada nos expulsa de onde queremos estar. Venha...
Heiko Chama a estrela da manhã não por cordialidade ou necessidade mas como uma forma de lembra-lo de que ele também esta preso a ele. Ambos mesmo após anos continuam a provocar um ao outro mas desenvolveram uma peculiar e estranha amizade, ou cooperação, coodepêndecia ou quem sabe uma mistura dos três.
Ao sair heiko vai a mais conhecida biblioteca de avalon, na sessão mais reservada começa a procurar no folclore algo que possa apontar uma pista sobre origem ou identidade doo mal que presenciara na noite passada.
Admin
Admin
Mensagens : 40
Data de inscrição : 20/03/2020
Ver perfil do usuáriohttps://coronabunkerpg.forumeiros.com

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Qui Mar 26, 2020 4:16 pm
Morningstar segura o copo, mas quando ele puxa pra si o copo fica, porém em sua mão se materializa um copo igual, porem o conteúdo dele possui uma cor diferente... uma cor errada. Quando você se vira Morningstar o está esperando encostado na parede ao lado da porta de seu quarto com os braços cruzados.
-Estou curioso pra ver como você vai lidar com isso... com certeza será interessante! . - Parece que Morningstar nunca some da sua vista, não importa pra onde você estava olhando e pra onde você volta sua atenção, ele está lá como se sempre estivesse existido naquele local.

Você se dirigi pra a biblioteca de uma das universidades de Avalon. Lá você consegue se isolar na áreas particulares e acesso aos livros exclusivos (com exceção dos que estão dedicados ao exclusivo uso da realeza) Lá muitos livros lhe chama atenção.
-Qual você vai ler?-
-As lendas de Avalon
-O Bestiario de Constanzo Rodriguez
-Vida em Eisen
-Necronomicon
avatar
Mensagens : 8
Data de inscrição : 25/03/2020
Ver perfil do usuário

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Qui Mar 26, 2020 8:05 pm
Heiko pega os 4 livros e se senta na biblioteca, aponta para o livro com pentagramas, o necronomicon...
- Hum, essa não é uma versão do livro que me presenteou quando fizemos o segundo pacto?, se fato a viu criatura parece morta ou sobrenatural, diga-me você sabe o que ela é não é mesmo?
enquanto espera a resposta de morningstar, heiko se lembra que a criatura disse que avalon se transformará no paraíso que eisen é e se volta para o livro "a vida em Eisen" e o começa a ler mas não antes de empilhar os outros 3 livros ao seu lado na mesa.
Admin
Admin
Mensagens : 40
Data de inscrição : 20/03/2020
Ver perfil do usuáriohttps://coronabunkerpg.forumeiros.com

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Sex Mar 27, 2020 1:39 pm
-Oh não meu amigo, nunca lhe dei tal livro... porque você não lê ele também? Afinal um livro com uma encadernação tão maravilhosa como essa, não deve ser ignorado. .- Seu sorriso volta aumentar ao ponto que parece que vai rasgar sua cara. Antes de deixar o livro de lado você percebe que prestou atenção em algo errado, não há pentagramas no livro... a unica coisa escrita em sua capa é Necronomicon, mas a capa... essa capa não é feito com material normal... essa capa é feita de pele humana e o que você achou ser um pentagrama na verdade eram os resquícios de um rosto do desafortunado que serviu de matéria prima pra esse livro.
Ao abrir o livro "A vida em Eisen"
Eisen já foi uma terra de nobres cavaleiros, hoje ela é uma terra de pântanos e desolação. A guerra religiosa conhecida como a Guerra da Cruz cobrou seu preço de Eisen. Hoje um local onde há terras inférteis e mais órfãos que em qualquer lugar de Théah, porém o maior problema de Eisen é algo que nenhuma outra nação sofre... Os Horrores.
Os Horrores são a herança maldita que a Guerra da Cruz deixou pra Eisen que ameça todo o continente e até mesmo o mundo. Criaturas que espreitam na escuridão, abominações famintas e ate mesmo demônios com rostos humanos se escondendo ao seu lado. Todos esses seres são reais e em Eisen eles não se esconde, são uma força tal real e palpável quanto a fúria da natureza.

Você está se concentrando no livro, tentando tirar o máximo de informação, mas algo fica arranhando a parte de trás do seu cérebro... Um cochicho bem baixinho no pé do seu ouvido, vozes indecifráveis varias ao mesmo tempo... mas de tempo em tempo uma sentença pode ser entendida. "Eu tenho o que você procura". Existe a curiosidade misturada ao medo em você toda vez que você escuta essa frase e instintivamente seus olhos se voltam aquele livro profano... como se uma mão invisível virasse seu rosto. Em um momento em que você luta pra se manter concentrado no livro de Eisen você vê Morningstar sentado a sua frente com a cabeça apoiada nas mãos te olhando com um sorriso infantil que beira o deboche o escarnio, com os olhos ele pergunta o que você vai fazer.... como se ele antecipasse com desejo você se render aos impulsos.
-O que você faz-
-Continua lendo "Vida em Eisen"
-Troca pra outro livro
-ignora... lê o Necronomicon
-Se levanta e faz uma pausa.
avatar
Mensagens : 8
Data de inscrição : 25/03/2020
Ver perfil do usuário

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Sex Mar 27, 2020 2:56 pm
Voce conhece minha sede por histórias não é mesmo? porém não respondeu minha pergunta a respeito de saber o que aquele ser é, porém esse livro sobre eisen me deu uma ideia.
heiko fecha o livro, suspira e passa os dedos pelo livro profano, no local onde seria o rosto humano... e sorri
estranho este livro estar aqui, porém porque está tão animado para que eu o leia, nunca o vi tão afoito para que eu fizesse algo, nem quando te peço favores... diga-me o que eu ganho com isso? certamente é um livro com um fardo pra quem o possui, até mesmo pra quem tem um demônio de estimação
Admin
Admin
Mensagens : 40
Data de inscrição : 20/03/2020
Ver perfil do usuáriohttps://coronabunkerpg.forumeiros.com

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Sex Mar 27, 2020 11:22 pm
HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA Morningstar ri tal alto que você tem certeza que o prédio inteiro o escutaria se não fosse pela condição que ele existe. E é uma risada tão debochada que dói os ouvidos e enfureci a alma
-Ah meu amigo, eu não estou afoito para que leia este belo livro, não... Estou curioso e me divertindo. - A palavra curioso e divertindo rolam na linguá dele como se o som delas fosse algo extremamente prazeroso, ele agora está do seu lado com a boca próxima ao seu ouvido, como se desde que você chegou a biblioteca ele estivesse ali. - escute? está ouvindo não está?

Você quer conhecimento? você quer poder? eu tenho! eu tenho tudo que você deseja. Me abra, me leia, leve-me com você. e tudo que você deseja será seu
novamente ele ri e volta pra cadeira a sua frente em um piscar de olhos como se nunca houve-se deixada-a.


Eu não vou te dizer o que aquela coisa era, não é assim que funciona... Mas posso te contar um pouco sobre esse livro! Oh sim ele lhe dará todo o conhecimento e poder que ele está lhe prometendo... o poder pra fazer o mundo se curva aos seus pés o conhecimento pra dobrar a realidade como uma folha de papel... mas você ser capaz de usa-lo ou melhor, usa-lo para seus próprios objetivos!? digamos que você tem maiores chances comigo Ele ri mais uma vez, só que dessa vez mais baixo, ele o encara nos fundos dos olhos. - Você quer saber do fardo deste livro? o quão familiarizado você está com Hospícios? se me lembro bem ah um por aqui em Avalon podemos ir até lá perguntar para os poucos que sobreviveram a esse livro sobre seu fardo. HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

-O que você faz-
-Abre o Necronomicon
-Lê o Necronomicon
-Troca para outro livro O Necronomicon
-Sai do prédio
-Continua o livro anterior
avatar
Mensagens : 8
Data de inscrição : 25/03/2020
Ver perfil do usuário

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Sab Mar 28, 2020 1:56 am
Porque perguntar a loucos o que sabem se eu tenho você que sabe a maior parte? aliás para por um cérebro de um louco para funcionar eu precisaria da sua ajuda não é mesmo? a menos que os que estão lá não sejam tão loucos assim, ahahahahaha.
Heiko se levanta e fica andando de uma lado a outro porém sem se afastar da mesa de leitura.
Quer dizer que neste livro a um demônio pior que você morning? poxa  pensei que você era tão perigoso... estou decepcionado meu caro kkkkkk, uma pergunta simples: os que leram e estão "malucos" não tinham você, diga-me, se dominarmos o conteúdo disso você também ficaria mais poderoso?
Admin
Admin
Mensagens : 40
Data de inscrição : 20/03/2020
Ver perfil do usuáriohttps://coronabunkerpg.forumeiros.com

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Seg Mar 30, 2020 3:58 am
Morningstar suspira, o sorriso desaparece de seu rosto.
Sabe isso não me diverte Ele se reclina na cadeira e apoia as pernas na mesa enquanto cruza os braços ele está falando com a boca fechada de forma que a unica coisa visível em seu rosto são seus olhos Gosto quando você é sagaz, inteligente e entende as coisas. Aposta com as moedas certas e entende os riscos, mas isso é como uma criança ingenua brincando no meio da selva com o rabo de uma jiboia sem percebe a cabeça dela se preparando pra dar o bote por suas costas.
Ele olha para o livro e é impossível ler o que ele está sentido ou pensando, sempre foi e agora que a unica coisa que você vê de seu rosto são seus olhos simplesmente é impossível entender o que ele sente ou pensa... você só sabe que o assunto é serio, pois de sua voz sumiu qualquer traço de sentimento ou personalidade é uma voz que ele usa em raras ocasiões uma voz que parece falsa impossível para qualquer ser vivo ter.

Achei que tinha sido claro, os habitantes do hospício não sabem o fardo... eles são o fardo! você entendeu? e estes foram os sortudos. Ele se levanta da cadeira como se move-se dentro d'água, ele caminha rodeando a mesa passando os dedos por ela ate ficar de frente pra você se curva olhando em seus olhos mantendo essa voz esquisita que incomoda e doe a alma.

Não existe um demônio nesse livro, esse livro é pior que mil demônios! Isto não é um problema pra mim meu plano de existência é diferente do seu e a do 'deles' eu não os afeto e eles não me afetam. eu e você vivemos nesse cabo de guerra, mas com o livro... não existe a disputa você será apenas a ferramenta e rezara para que seu fim seja rápido.

Ele se estica e novamente sorrir e com sua voz de deboche novamente ele continua  
Ler esse livro fará com que eu me livre de você mais rápido e eu possa procurar uma nova vitima, mas qual a graça se você não entende onde está se enfiando? é fácil demais pra mim.

Ele empurra o livro pra perto de você e é a primeira vez que ele consegue interagir com algo físico. Finalmente ele exerceu uma real influencia no plano material a qual você habita.
"Gire" essa moeda se é isso que você quer! mas uma coisa te garanto, o livro já te afetou e mais e mais vai te afetar e quanto mais ele lhe afetar menos estarei preso a você ao passo que mais forte fico. Em contra partida você se tornara menos você e mais algo útil para esse livro... você entendeu quais são as partes que vão ganhar e perder aqui?

ele começa a rir baixo em tom de deboche enquanto você reflete.

-O que você faz?-
-Ler o necronomicon
-Ler o necronomicon
-Ler o necronomicon
-Sair da biblioteca com um livro aleatório
avatar
Mensagens : 8
Data de inscrição : 25/03/2020
Ver perfil do usuário

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Qui Abr 02, 2020 6:03 am
Heiko fica curioso, porém o risco de libertar mornigstar e se tornar uma marionete nas mãos de algo desconhecido é um risco muito alto.
ele olha para o companheiro de forma vazia...
Parece que terei que achar outra forma de derrotar esse mal que esta vindo para avalon
Ele pega o livro das histórias de Eisen e sai da biblioteca.
Admin
Admin
Mensagens : 40
Data de inscrição : 20/03/2020
Ver perfil do usuáriohttps://coronabunkerpg.forumeiros.com

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Ter Abr 14, 2020 2:32 am
Você sai as pressas e quando está na rua percebe que ficou tempo demais na biblioteca. Já é noite, seja lá o que aconteceu naquela sala isso distorceu sua percepção de tempo e mesmo agora se você cogitasse a opção de fugir de avalon ela está inalcançável, os constantes ataques ao litoral de Avalon faz praticamente impossível arranjar uma viagem pra qualquer lugar de ultima hora. Você chega as pressas a sua casa com a sensação de que esteve sendo observado o tempo todo, quando você traca a porta o relógio de sua sala badala e lhe dando um susto -1h da manhã- o tempo é seu inimigo Heiko, você corre pra seu escritório e abre o livro em sua mesa não há tempo a perder. Se você deseja conhecimento e consegui usa-lo pra se preparar contra o que vem atrás de vocês infelizmente você não poderá lê o livro todo ou fazer uma busca minuciosa... afinal você nem sabe por onde começar.
você abre o índice e olha as opções... sua melhor forma de reduzir a busca.

-Qual você escolhe?-
-As forças armadas
-A sociedade
-Hexe
-Hexenwerk
-As sombras
-Guerra da Cruz
-Os ouvios
-Drakenbolt
-Lendas de Eisen
avatar
Mensagens : 8
Data de inscrição : 25/03/2020
Ver perfil do usuário

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Ter Abr 14, 2020 12:44 pm
Heiko passa o dedo por cada título de capítulo do livro pensativo...
FORÇAS ARMADAS... não
SOCIEDADE... não é o momento para análise social
HEXE... sei lá o que é isso
HEXXENWERK ... nunca ouvi falar
AS SOMBRAS ... hum, me parece interessante mas de caráter introdutório, provavelmente falando do contato do povo com essas criaturas
GUERRAS DA CRUZ ... está começando a melhorar mas ainda parecem relatos
OS OUVIOS... será uma criatura?
DRAKENBOLT ... não sei o que quer dizer
LENDAS DE EISEN ... é sobre isso que se trata o livro. mesmo nome do título. provavelmente algo que deveria não existir e existe... será

heiko opta por ler as lendas de Eisen. se serve de uma dose de whisky e começa sua leitura
Admin
Admin
Mensagens : 40
Data de inscrição : 20/03/2020
Ver perfil do usuáriohttps://coronabunkerpg.forumeiros.com

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Ter Abr 14, 2020 10:53 pm

Existe muitas imagens e informações nessa parte que você ira adorar ter tempo pra aprender, tanta coisa valiosa, porém o tempo e seu inimigo e sua atenção se foca numa unica passagem quando o sol começa timidamente aponta no horizonte.
OS SANGUE SUGAS.
Essas criaturas espreitam na noite e se mantem "vivos" através da energia vital dos vivos... do sangue! Há muitas criaturas dentro desse grupo, mas todas compartilham as mesmas características: Mortos-vivos, Extremamente inteligentes, Alta afinidade com magias profanas e fraqueza a luz solar. A criatura mais conhecida são os Vampiros, mas pouco se assemelham as descrições do imaginário popular. Como um vampiro "nasce" é um mistério, maior ainda o quanto deles existe ou se de fato estão por a e. Pouco se sabe sobre essas criaturas, porém sabemos como lidar com sangue sugas e mesmo que os Vampiros sejam mais resistentes alguma dessas coisas devem funcionar: Água corrente parece para-los, quando submersos em um rio parecem enfraquecer, quanto mais pura a água melhor. Símbolos sagrados previne a regeneração deles e queima suas peles. Sol definitivamente os mata. Se tudo falhar existe algo que sempre funciona contra qualquer ser profano das trevas, desde sangue sugas ate fantasmas e bruxas... Sal com pó de ferro, essa mistura tem se mostrado eficaz no combate contra todos os tipos de Horror.
Conteúdo patrocinado

(PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz Empty Re: (PROLOGO) Heiko Kowalsk Ibranowicz

Ir para o topo
Permissões neste fórum
Você não pode responder aos tópicos